Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

sábado, março 26, 2011

JÁ COMEÇOU

16.09.2010

24.03.2011

25.03.2011
(Clicar nas imagens para aceder às notícias)

Parece que o circo já começou. Não se esperava outra coisa, claro!
Cada vez se reconhece mais a necessidade de uma intervenção externa neste país onde o prato do dia continua a ser "o que é hoje verdade amanhã é mentira".
Como já anteriormente o disse, não haverá que ter qualquer ilusão acerca das medidas austeras que continuarão a caír em cima dos portugueses. Qualquer que seja o governo que se siga, a ordem será de apertar o cinto até ao limite.
Por mim, continuo a defender a intervenção do FMI, essencialmente por uma razão de fundo: o aperto para a classe média/baixa será o mesmo nos próximos anos, com ou sem FMI.  A diferença é que com o rigor e fiscalização dos agentes do  Fundo Monetário Internacional, teremos a garantia de que efectivamente a economia do país vai melhorar, coisa que não parece conseguir-se de outra forma. Por isso deixem-se de tretas e de tentar adiar o inevitável, que só o é por manifesta incompetência das políticas que têm sido seguidas, baseadas num total desnorte das contas públicas desbaratadas vergonhosamente e com aproveitamentos singulares conhecidos de todos.
Não se percebe portanto, o cenário apocalítico que a classe política alia à entrada do FMI  até porque - todos o sabemos - o governo, seja ele qual for, é pouco pais do que um mero moço de recados de Bruxelas. E, neste momento, mais que nunca. Portugal não teve, não tem e nunca terá peso para impôr o que quer que seja em termos de política económica, pelo menos enquanto viver numa completa e total dependência externa como se pode ver no pequeno post abaixo.
Teremos eleições em finais de Maio ou princípios de Junho para eleger um novo governo que, mais enfeite, menos enfeite, vai trazer mais do mesmo, tal é a viciação inerente a esta alternância do poder entre PS e PSD e que a história recente tão bem tem demonstrado.
Neste momento, perfilam-se os amigos e os amigos dos amigos para 4 anos de sucessos... pessoais.
Afinal tratar da vidinha é o que mais importa.

Sem comentários: