Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

sexta-feira, janeiro 07, 2011

pRESIDENCIAIS

Estamos a cerca de 15 dias de mais uma eleição presidencial. Devo dizer que esta eleição - tal como a anterior - não me fará gastar a tinta da esferográfica que deverá estar disponível aos eleitores na câmara de voto.
Contudo, mesmo sem interesse, é impossível não dar conta de que os principais temas a dominar esta Pré-campanha eleitoral são o espelho da miserabilidade de ideias e projectos. 
Discutir publicamente e a toda a voz a compra / venda das  acções do BPN  pelo actual presidente da república, ou o texto que Manuel Alegre terá escrito em 2005 usado como publicidade pelo BPP, demonstra claramente a falta de respeito  que os candidatos e quem os apoia nestas rábulas (comunicação social incluida) têm pelo país. Ninguém parece esperar outra coisa senão este entretenimento anedótico.
Cavaco Silva vai gastar na sua campanha 2 milhões e cento e vinte mil euros, Manuel Alegre 1 milhão cento e quarenta mil euros e os restantes, todos juntos, 1 milhão novecentos e oitenta e dois mil seiscentos e sessenta euros... tudo isto saído dos cofres do Estado. Ora, o mínimo que se lhes poderia exigir era um pouco de respeito, já que vergonha é coisa que não têm.
Em tempo de crise, está claro que quem maior responsabilidade, contenção e rigor deveria apresentar, é quem mais se diverte com o dinheiro dos contribuintes, sendo certo que enquanto o país se entretém com as tais rábulas, nem é preciso que os senhores candidatos se preocupem com a apresentação ou debate de ideias para o futuro. Bem, também que é que isso interessa?

Sem comentários: