Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

sábado, dezembro 25, 2010

Em dia de Natal,

 e a propósito, partilho aqui mais um belo soneto do quase desconhecido Francisco Joaquim Bingre
(1763-1865), poeta de Canelas - Estarreja.
 (Clicar na imagem)

Sem comentários: