Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

sexta-feira, julho 23, 2010

E A GENTE FOGE P'RA ONDE?

Por Joaquim Letria, 4 de Maio de 2010


SÓCRATES parece aqueles velhinhos que se metem pelas auto estradas em contra-mão, com o Teixeira dos Santos no lugar do morto, a gritarem que os outros é que vêm ao contrário.

De rabo entre as pernas, fartinhos de saberem que estavam errados, não conseguem agora disfarçar o mal que nos fizeram. Ainda estão a despedirem-se, agradecidos, do Constâncio, e já deram a mão a Passos Coelho, que lhes jura que conhece uma saída perto e sem portagem.

Estamos bem entregues! Vão-nos servindo a sopa do Sidónio, à custa dos milhões que ainda recebem da Europa, andam pelo mundo fora sem vergonha, de mão estendida, a mendigar e a rapar tachos, tratados pelos credores como caloteiros perigosos e mentirosos de má-fé.

Quando Guterres chegou ao Governo, a dívida pouco passava dos 10% do PIB. 15 anos de Guterres, Barroso, Sócrates e de muitos negócios duvidosos puseram-nos a dever 120% do PIB.

Esta tropa fandanga deu com os burrinhos na água, não serve para nada e o Estado do próprio regime se encarrega de o demonstrar. Falharam todas as apostas essenciais. Todos os dias se mostram incapazes. Mas com o Guterres nos refugiados, o Sampaio nos tuberculosos e na Fundação Figo, o Constâncio no Banco Central e o Barroso em Bruxelas, a gente foge para onde?

3 comentários:

Falcão Peregrino disse...

A única porta que se vislumbrava, o Passos Coelho e o seu inefável porta-voz já se estão a encarregar de nos mostrar que dá para o precipício do outro lado, de maneira que a coisa está mesmo preta. As poucas esperanças de alguma saída do buraco negro esfumam-se ainda a nova clique não se instalou no poleiro. Basta estar atento às propostas do Passos Coelho, é mais do mesmo que aí vem...

Duque de Canelas disse...

Este post nem parece de alguém que andou a fazer campanha e se candidatou pelo partido liderado por alguém que levou o país à falência técnica...

CR disse...

Há quase um ano que não o "via" por cá, caro Duque...
Sei que para si é difícil de perceber isto, mas de qualquer modo lá vai:
A campanha que fiz foi em nome de dois Projectos: um para esta minha freguesia e outro para o concelho de Estarreja. O meu envolvimento político circunscreveu-se, em exclusivo, à área concelhia.Sempre o disse e mantenho, e entende quem o quiser. Apoiar um projecto não é apoiar um partido nem identificar-me com ele.
A minha independência partidária permite-me distinguir o que entendo seja melhor para esta terra, coisa que muitos nunca conseguirão fazer por motivos óbvios e que não vou repetir. O passado recente tem mostrado o investimento que se tem feito em Canelas por parte da CME. E o futuro será igualmente eloquente, não tenho dúvida. Há, no entanto, quem se sinta satisfeito, porque o que interessa é o PSD ganhar as eleições. Depois, vêm 4 anos em que pouco se faz, ninguém fala, ninguém se preocupa, ninguém reivindica, etc, etc. Mas isso não importa.
Quanto à política a nível nacional, tenho igualmente a minha opinião formada e não me coíbo de a deixar aqui no blog.

Cumprimentos.