Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

quarta-feira, junho 09, 2010

LEMBRAR... A PROPÓSITO

"Posso dizer que o nosso relacionamento com as Juntas de Freguesia é excelente. No início do primeiro mandato, as coisas não foram logo assim, mas com o passar do tempo foram melhorando e hoje posso dizer que trabalhamos muito bem em cooperação com todas as Juntas de Freguesia do concelho. Sem excepção. A Câmara Municipal é eleita através de uma determinada lista e a Junta de Freguesia é eleita noutra lista, mas qualquer um de nós tem responsabilidades junto da população que nos escolheu. Qualquer um de nós deve, por isso mesmo, mobilizar e disponibilizar os seus meios para resolvelr os problemas que são de todos. Esta é a postura da Câmara Municipal e as Juntas de Freguesia entenderam a mensagem. E diga-se em abono da verdade, têm trabalhado com a Câmara de uma forma muito positiva. (...) Claro que eu fui  eleito pelo Partido Socialista e seis das sete Juntas são lideradas pelo Partido Social Democrata mas, qual é o problema?"
(Vladimiro Silva, presidente da Câmara Municipal de Estarreja, Fevereiro de 2000, no final do 2º mandato).

"(...)só posso dizer o que os camionistas têm nas placas dos camiões "se tens inveja do meu viver, trabalha malandro". Não me parece que esta opção possa ser criticada. Quem quiser estar a tempo inteiro, também pode estar. Se quiserem trabalhar, fazendo paredes ou massa, podem fazê-lo. É uma questão de opção. Não me parece que a Câmara seja responsável pelas decisões dos executivos. Há uns que querem fazer mais que outros. Há quem não aceite fazer ruas ou passeios. Para queixarem-se que a Câmara é que não faz, convém começar por olhar para eles próprios. Passado que é o período eleitoral, continuamos a ter a mesma relação de abertura com cada um deles, independentemente da relação pessoal ou partidária. Eu tenho que trabalhar mais que os outros que estão ao meu lado. Em vez de as pessoas andarem a dar entrevistas e a dizer mal, deviam concentrar-se em trabalhar, que é o que importa. Há um tempo para trabalhar e outro para falar."
(José Eduardo de Matos, presidente da Câmara Municipal de Estarreja, 14 de Maio de 2009, no final do 2º mandato).

Sem comentários: