Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

terça-feira, dezembro 08, 2009

MAIS UMA...

Terminou a espera ou, como agora se usa dizer, o suspense, à volta da localização da fábrica de baterias da Nissan. Afinal, nem Sines nem Estarreja: Cacia.
Pelo meio ficaram certezas incertas, afincados envolvimentos (diz-se), acusações e sei lá o que mais. Propagandeou-se que se fez tudo o que possível foi, sendo que o tudo por aqui é sempre quase nada. E a história no concelho não é nova, infelizmente; é antes uma reconstrução de outra (s) já vivida (s), com alguns actores diferntes mas os mesmos protagonistas.
Obviamente que, ao contrário de alguns, não tenho qualquer satisfação em ver fugir de Estarreja mais um investimento gerador de postos de trabalho, num concelho que vai começando também a sentir na pele a subida do desemprego que se verifica no distrito. Recorde-se que Aveiro é actualmente o 5º distrito com maior taxa de desemprego (quase 38.000 desempregados, o que representa 10,21% da sua população activa).
A triste realidade, é que Estarreja perdeu mais uma batalha, e é isso que fica para a história. E quando tal acontece vez atrás de vez, é porque os lutadores são fracos, ou a tática desadequada. Parece óbvio!...

6 comentários:

Anónimo disse...

pois... os perdedores sao lutadores fracos...ou usaram a tactica desadequada...

Anónimo disse...

Nao havera mais uma forma de corrupcao pelo meio?
Mais uma fabrica para proteger o meio ambiente e por nesta zona estar tudo tao limpo???
Para onde e que vao os residios???
E atras vem o TGV para nos cortar a aldeia a meio???
Realmente a responsabilidade dos Sr. Politicos nao e neguma o que conta e so os subsidios, nao preguntao a aos cidadaos porque esses nao tem nada a dizer?
Ainda temos que estar agradecidos por vir 200 postos de trabalho a que custo???

CR disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CR disse...

Caro anónimo madrugador:

Há, de facto, perdedores que assumem uma derrota, aconteça ela pelas mais diversas circunstâncias; há quem perca e fuja; há até quem transforme a derrota em degraus; há quem ganhe limpo e quem ganhe sujo, e há os que vão perdendo batalha atrás de batalha, como se nada fosse, mas que têm o condão de dizer que ganham sempre.
Percebe-se que há sapos que custam a engolir, caro anónimo, mas este (mais este) quem o tem de engolir são os ganhadores, se é que me entende (claro que entende). É que, por vezes, quem ganha também perde. Como dizem os Franceses, "c'est la vie".

Anónimo disse...

Hummm... oui...très bien...c'est la vie... nao meti aspas mas levantei dois dedinhos...vai dar no mesmo.. un gros bisou pour vous

Anónimo disse...

Os mesmos perdem todas as batalhas (mas quais batalhas? Para batalhar é preciso ir à luta) mas ganham sempre a que lhes interessa que é a do dia das eleições, o resto que se f...e o pessoal gosta assim, siga a rusga!