Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

segunda-feira, outubro 12, 2009

DE CONSCIÊNCIA TRANQUILA

Antes de mais, saudar os vencedores e encorajar os vencidos. A vida é feita de vitórias e derrotas; importa que as primeiras sejam mais que as segundas.
Apesar do bom resultado obtido, e de ter conseguido mais um mandato na Assembleia de Freguesia, não sou daqueles que vêem vitórias onde elas não existem. Perdemos, ponto final.
Era um dos cenários possíveis, prévia e cuidadosamente analisado, tendo em conta a enormidade do desafio.
Obviamente que o desfecho seria diferente se os partidos da coligação concorressem em separado, mas isso não serve de atenuante, uma vez que as regras do jogo eram conhecidas desde o início.
Em 1993, quando o PSD viu ameaçada, pela primeira vez, a sua hegemonia, tratou de se "encostar" ao CDS a fim de garantir, democraticamente, o preenchimento das cadeiras do poder no concelho.
Acredito que, e tendo em atenção a crescente afirmação do PP no concelho e no país, dificilmente a coligação se manterá nos próximos actos eleitorais. Mas esta nota fica apenas para a posteridade.
O que importa mesmo é, neste momento, aceitar a escolha do povo e esperar que o próximo mandato seja, de facto, pautado por uma maior actividade por parte da Junta e CME, e pelo respeito desta por todas as freguesias do concelho.
É certo que há quem se deixe iludir por umas inaugurações de coisa nenhuma a duas semanas ou mesmo a um dia das eleições. É uma artimanha que ainda dá frutos, mas que classifica muito mal tanto quem a produz como quem por ela se deixa envolver.
Mas finalmente há quem possa dormir descansado...
O PSD não perdeu a junta de Canelas; a malta pode continuar a desancar, insultar e injuriar os vencidos; a internet continuará a ser de borla; o grupo dos bordados pode permanecer nas instalações da junta; a banda continuará a usufruir da sua sede; plantar-se-ão mais umas palmeiras no campo; as valetas continuarão a ser limpas e para o ano voltaremos a ter a excursão à Quinta da Malafaia. Tudo regressa, assim, à normalidade.
Talvez para incómodo de alguns, o momento não é de desespero mas de tranquilidade pelo dever cumprido. Um dever de cidadania que fez com que um grupo de cidadãos, legitimamente e colocando a freguesia acima de qualquer partido, desse a cara por um projecto em que acreditam - uma atitude digna, ao alcance de poucos. O resto é paisagem.
Se voltasse atrás, faria tudo na mesma, talvez com outra envolvência apenas. É por isso que estou de consciência completamente tranquila.

45 comentários:

Fermelanidades Leite de Matos disse...

Extra-Avanca, foi em Canelas que o PS atingiu o melhor resultado, apesar de continuar a ser uma derrota, obviamente. A enormidade de inaugurações, inclusive uma no sábado de reflexão (isso será permitido?) deu "apenas" para 109 votos de vantagem ao PSD/CDS.

Façamos um exercicio meramente especulativo:

Se o parque de merendas não tem sido construído num mês;

Se a Ribeira não tem sido qualificada em dois/três meses;

Se o campo de andebol/futebol/ténis/ping pong de praia não tem sido erguido em 15 dias;

Se as palmeiras não fossem colocadas em duas horas;

Se a estação viva não tem sido inaugurada em 10 minutos;

Se o muro do cemitério não tem sido pintado numa manhã;

Se o parque infantil não tem sido inaugurado num sábado de reflexão;

Se as valetas não fossem limpas num par de dias;

Se as pedras da calçada não tivessem sido lavadas em ante-véspera eleitoral;

Se a ligação a Albergaria não tem sido prometida pela enésima vez;

Se o painel com a vista aérea sobre a Ribeira alindada não tem sido colocado à entrada da freguesia;

Se Simões Pinto não tem concorrido em 4º lugar;

Se Eduardo Matos não viesse, expressamente da cidade, calcorrear as ruas e ruelas de Canelas;

Se tudo isto e muito mais não tem sido feito entre Agosto e Outubro, poderiamos ter estado perante um resultado histórico.

Foram 109 votos apenas!!!

Em Fermelã, por exemplo, a pinga que o PS levou foi muito maior.

Se calhar, falta um Camilo em Fermelã, que assuste o Poder coligado.

Até sempre

A.S. disse...

A vida é realmente feita de vitórias, derrotas, e de injustiças que foi para mim o que aconteceu, mas o povo quis assim.
Existem muitos momentos em que optamos pelo silêncio em vez de dizermos o que nos vai na alma, depois de umas horas a refletir achei por bem vir aqui dizer-lhe algumas palavras, pois sempre o apoiei, quero dizer-lhe que continuo a ter uma enorme admiração por si e espero vê-lo na assembleia de Freguesia igual a si proprio fazendo um trabalho que é reconhecido por muitos.
Cada dia é sempre um novo dia.
1 forte abraço.

Anónimo disse...

A tua grande derrota foi o apoio incondicional que o teu amigo Abel Cunha te deu.

pelintra disse...

Desculpe, Senhor Camilo, mas o facto do PSD estar encostado ao cds é tão legítimo como o senhor ter escolhido o PS como suporte.
Já pensou que houve candidatos independentes sem suporte que tiveram êxito. Compreendo-o mas temos de abandonar velhos hábitos lusitanos de procurar a culpa e os culpados de tudo e aprender a ouvir os outros para os compreender e de construir algo com a disparidade de mentalidades com que a aldeia é constituída. À sua volta por quem o apoiou vi sugerir ideias, algumas com bastante fundamento e de seguida chamar os co-habitantes disto ou daquilo em nada podía contibuir para um resultado diferente.

CR disse...

Caro pelintra:
Não referi que não era legítima a coligação, nem estou a culpar nada nem ninguém pela derrota, que assumi claramente.
Fiz uma opção, coerente com o que vim defendendo durante os últimos 4 anos, e por ela me responsabilizo inteiramente. Sempre coloquei a minha/nossa? terra acima de qualquer partido, o que poucos farão. Não será difícil perceber isto, sobretudo para quem acompanhou a vida autárquica nos últimos anos. Quero lembrar-lhe apenas que em 30 de Abril, o Sr. presidente da Junta dizia que não havia nenhuma grande obra projectada para Canelas. Em Junho na penúltima Assembleia de Freguesia, nada referiu a este respeito a não ser as obras do Esteiro...e, de repente, Canelas passa a ser o centro do mundo com inaugurações atrás de inaugurações. Pois continuarei sempre a ser frontalmente contra esta forma de estupidificar o povo desta terra.
Quanto à derrota, volto a assumi-la por inteiro e sem qualquer problema. Pode crer que faria tudo novamente, porque no meu objectivo nunca esteve tirar qualquer dividendo político deste passo que dei.
Como vê, continuo aqui a dar a cara pelo que escrevo e pelo que acredito, não tendo outras pessoas que comigo concordar, embora muitas o façam e terei sempre gosto em responder às questões que me coloquem se o fizerem, como você o fez, com educação.

Anónimo disse...

Caro Camilo, para a proxima vez deixe de lado certas companhias como a do Sr. Abel e vai ver que consegue um melhor resultado.
Pois pode dar graças a ele o resultado obtido no dia de ontem...

Anónimo disse...

Pensava que os Canelenses já estivessem politicamente mais amudurecidos...mas enganei-me.
Não acredito, que haja alguém no seu perfeito juízo, que tenha alguma dúvida de que o Camilo era a melhor opção para Canelas. Toda a gente o sabe (mesmo que não o admita), inclusive, os candidatos que pertencem à lista vencedora.
É a vontade do povo...ouve-se dizer. Mas será que todo o povo de Canelas sabe o que acabou de perder?
Não faço parte de nenhuma lista, mas se fosse um dos elementos da lista vencedora, nem tinha conseguido dormir na noite passada, porque iria ficar preocupada com a inexperiência dos seus elementos.
Para alguns parece que tudo isto não passou de uma brincadeira de crianças...brincaram,regressaram a casa ao anoitecer e dormiram que nem anjos...
Concordo consigo Camilo ao dizer que tem a sua consciência completamente tranquila.
Mas nem todos podem dizer o mesmo...muito pelo contrário...

CR disse...

Caros anónimos,
já assumi a derrota, que não tem outro responsável senão eu próprio. O povo decidiu e eu respeito.Há muita vida além da política autárquica embora eu assuma a responsabilidade que me foi dada por 40% do eleitorado.

Falcão Peregrino disse...

Acredito que consigo Canelas teria ficado a ganhar. Largamente. A maioria dos canelenses preferiu, contudo, continuar a ser o parente pobre de Estarreja. A ser a terra onde uns tipos de cascos de rolha podem vir impunemente descarregar a merda da terra deles sem que isso tire o sono a quem devia tirar. A terra de uns aldeões submissos onde a Câmara Municipal de Estarreja vem a correr inaugurar um parque infantil numa zona desabitada no dia anterior às eleições. A terra onde nasci mas onde às vezes, ao contrário de outros tempos cada vez mais distantes, já não faço questão de dizer que é a minha terra. Enfim...fica V. de consciência tranquila e fica muito bem. Mesmo de longe, mesmo sem o conhecer pessoalmente, merece o meu reconhecimento e o meu respeito.

Falcão Peregrino disse...

Não, Caro Fermelanidades, permita-me que discorde de si. As razões são outras e mesmo sem todos esses factos extraordinários muito dificilmente Camilo Rego venceria, por maior mérito que tivesse. E tem muito, sabêmo-lo. As razões são como aquele velho slogan do brandy Constantino...já vêm de longe, já vêm do tempo em que um velho ditador um dia afirmou que quando ouvia falar de cultura puxava logo da pistola...espantamo-nos, é certo, mas são coisas que nestas terras de Cristo levam gerações a passar...Também passo pelo Fermelanidades, sei que é alguém esclarecido, não preciso, portanto, de ser mais explícito...

Anónimo disse...

Camilo o teu trabalho foi notório. Só a coragem que tiveste para assumir uma posição diferente, independentemente da cor... já valeu a pena.Acho que não te deves sentir derrotado, pois o partido que defendeste, nunca me lembro em Canelas ter tido tão bom resultado.
Os poucos CDS que existem ajudaram o PSD ... e tu "sozinho" conseguiste aquilo que o CDS nunca conseguiu. Eles agora falam todos porque estão no mesmo barco. Sou CDS e sempre fui, mas para mim as coligações são como as uniões de facto pouco ou nenhum valor têm.Continua a lutar pela tua terra independentemente da cor...

Anónimo disse...

SABES QUE MAIS VALE UM GRUPO DE "MIUDOS" COMPETENTES DO QUE 16 ANOS DE INCOMPETENCIA...

FF disse...

Boas Sr Camilo

Desde já deixe-me felicita-lo pela sua derrota.Se assume a sua derrota por inteiro e se está de consciência tranquila,espero que continue de consciência tranquila a saudar-me da mesma forma que fez a poucos dias do acto eleitoral.

CR disse...

Caro anónimo das 12:28:
Em primeiro lugar, quero dizer-lhe que, para mim, é tão importante saber ganhar como saber perder. É pena que a vitória não seja suficiente para dissimular-lhe o ódio que o devora. Ok, convenhamos que os sérios, os competentes, os honestos têm de ser do PSD.Já percebemos isso há muito tempo.
Em segundo lugar, e percebendo o alcance do seu comentário, nunca me referi ao grupo do José Gabriel como um grupo de miúdos. Sempre respeitei todos os adversários e terei sido uma das primeiras pessoas a felicitá-lo pela vitória, muito antes de saber os resultados finais de Canelas.
Quanto aos 16 anos de incompetência, e tendo em linha de conta que nunca exerci o cargo de líder da junta e, considerando ainda que desde 1974 não conheço outro partido que tenha "governado" a freguesia que não o PSD, estamos de acordo. Nem eu me lembraria de dizer uma coisa destas.
Tiro-lhe o chapéu!

CR disse...

FF:

Pode contar com isso, posso garantir-lhe. Não percebi, até agora, o que levou certas pessoas a deixar de me cumprimentar desde há mais ou menos dois meses a esta parte. Ninguém agrada a todos e eu aceito isso perfeitamente mas não deixa de ser estranho.Se for incorrecto para consigo, não tenha qualquer problema em me dizer.
A saudação devida a quem por nós passa, tenho-a como um acto de educação que faço questão de manter.

FF disse...

Eu também tenho como um acto de educação independentemente,neste caso, da sua escolha partidária.Desde que me lembro,era raríssimo vê-lo a passar e saudar me.Não deixa de ser estranho a poucos dias do acto eleitoral vê-lo passar e saudar me de forma convicta como se esse acto dependesse mais um voto...pois enganou-se!E não o único a ter essa opinião.

Anónimo disse...

Nunca ninguém falou tanto do CDS como agora.
Estou feliz por esse facto. Finalmente o CDS saiu do marasmo que estava durante a Presidência do Arq.º Vitor Ramos.
Um abraço centrista

Anónimo disse...

Sr. Camilo... sabe que as pessoas sabem aquilo que querem... como poderiam votar numa pessoa que troca de partido ou de ideias tao facil como se troca de camisa?? Quem me garante que amanha o sr. nao estaria a concorrer pela cdu? ou por fermela???

Anónimo disse...

quando disse que se o Ze Eduardo ganhasse as eleiçoes em estarreja, nao faria sentido a sua candidatura em Canelas pois nao iris ser apoiado, o sr. esta a ser incorrecto...sabe pk?
Pq em Avanca a junta de freguesia e PS, ja o era, e o Ze Artur sempre se refere a camara como uma grande ajuda... sera que ele proprio quereria o PS na camara? duvido...

Anónimo disse...

Camilo
Aqui nesta história quem está certo és tu!
O resto são os porcos (os de espeto e os outros), que não são dignos de algumas pérolas que lhes caem, de quando em quando, no gamelo.
Força! Muita força e nada de desanimar!

Conde da Carvalha disse...

Quase que achei piada ao comentário do anónimo das 12:28...Primeiro, porque achei que ele tinha alguma razão quando falou nos 16 anos de incompetência. Depois, porque nesses 16 anos a liderança da junta esteve sempre do mesmo lado, do lado da rapaziada nova de agora que se anuncia tão cheia de competência (muito embora saibamos todos o que vale a propaganda política, especialmente a dos vencedores no nosso concelho...) Depois ainda porque, tendo o Camilo sido o ÚNICO nesses 16 anos que teve a coragem e a dignidade de bater com a porta contra essa incompetência, o comentário do anónimo que verbera a incompetência só pode ser um elogio ao Camilo...exactamente aquilo que menos pretendia...e finalmente porque, sendo o Simões um político que se revelou demasiado mole e demasiado marionete nas mãos dos crâneos psd's de Estarreja, também não é menos verdade que é um homem de bem e um tipo correcto que não merecia ser aqui apelidado de incompetente por um dos seus benjamins políticos... Ou seja e em resumo, se a competência da malta nova que agora se apresta para começar a governar Canelas se pode avaliar pelo comentário do anónimo das 12:28, estamos conversados... e é caso para começar desde já a ficar preocupados...

Anónimo disse...

...Para o ano voltaremos a ter excursão à Quinta da Malafaia...", esta foi uma das críticas mais proferidas pelos candidatos da lista PS. Só não consigo perceber é porque é que elementos da lista PS à junta de Canelas, também aproveitaram o passeiozito....Não estarão em sintonia?

CR disse...

Caro(a) FF:
Quanto às (não)saudações, sabe como encontrar-me e poderemos desfazer qualquer erro/equívoco/engano/propósito/motivo, acerca do assunto.
Já no que diz respeito à "forma convicta como se esse acto dependesse mais um voto...", terá o seu direito de me julgar imprudente ou outra coisa qualquer, mas se julga que penso que é com um sorriso ou um aperto de mão que se conquista um voto, estamos falados.

CR disse...

Anónimo das 15:31
A confusão que por aí vai, meu caro. Percebo que lhe convém dizer o que diz mas o que conta para mim é o que eu penso, o que faço e porque o faço.
Assim, devo dizer-lhe que a respeito da troca de partido, deixei de ser militante do PSD em 1996 no tempo do prof. Marcelo, como tal tenho liberdade para escolher as pessoas em quem voto sejam elas do partido A ou B.
Quanto à troca de ideias, bastará dizer-lhe que se acompanhasse as Assembleias de Freguesia dos últimos 4 anos saberia que me candidatei precisamente pelas mesmas ideias que fui defendendo ao longo desse tempo. Escusaria assim de estar a dizer disparates.
A diferença, caro anónimo, é que enquanto uns estão nos órgãos autárquicos preocupados em seguir os mandamentos dos partidos, eu sempre estive preocupado com o desenvolvimento da freguesia. É só essa a "pequena" diferença que existe. Ficar-lhe-ia grato se me apontasse o que defendia eu antes e o que defendo hoje, para então falarmos em trocas de ideias, de camisa ou de casaco.

CR disse...

Anónimo das 15:34:
1- Não disse que a minha candidatura não fazia sentido se o Zé Eduardo ganhasse as eleições em Estarreja. A minha candidatura não aconteceu em torno do Zé Eduardo mas em torno do Fernando Mendonça, pelo que, para mim, fez sempre sentido. Não fazia sentido sem o apoio do F. Mendonça - foi isso que disse caro amigo.
Quanto a Avanca e ao José Artur Pinho (que conheço há muito tempo), devo dizer que a ser assim e, segundo as suas regras de observação, seria preferível que em Canelas também ganhásse o PS para então deixarmos de ter razão de queixa da CME.
Em compensação, quase todos os outros presidentes da junta - da mesma cor política do Zé Eduardo - disseram precisamente o contrário. Leia os Jornais de Estarreja de Março, Abril e Maio. Leia e depois volte aqui a dizer o que leu.

CR disse...

Ao anónimo das 20:14:
Os elementos da lista do PS são pessoas livres e independentes e beneficiaram de um programa preparado pela CME, tal como outros o fizeram. Nunca foi referido que o passeio não deveria acontecer. Aliás este tipo de eventos vem já do tempo do Dr. Vladimiro Silva. As críticas que surgiram foi quanto à oportunidade da data em que se realizou, o que é manifestamente diferente. Obviamente que a CME esteve no seu direito de o fazer 4 dias antes das eleições. Há quem ache bem e há quem ache mal. Simples, não?

Anónimo disse...

Camilo
Aqui nesta história quem está certo és tu!
Força! Muita força e nada de desanimar!
(Anónimo das 16:24)

Conde da Carvalha disse...

Aos anónimos incomodados com o apoio do Abel Cunha ao Camilo, ainda bem que há alguém com os ...do Abel para dizer umas verdades que alguns conhecem mas que não lhes convém ou que não têm coragem de dizer e na verdade é isso que preocupa os incomodados, que haja alguém que lhes vai descobrindo a careca. Quem fica a perder são os canelenses que não sabem aproveitar a sorte de ter na freguesia tipos como o Abel ou o Camilo que lutam sem medo pelas causas da terra, contra a intriga, as conveniências e os interesses e não estão de cócoras à espera das migalhas que caiam da mesa do partido, preocupados com a sua vidinha triste à espera da mama da política para poderem singrar... Isso, sim, isso é que os preocupa...

Anónimo disse...

resumindo... acabou e venceu a melhor candidatura...

CR disse...

Anónimo das 22:15:
Com todo o respeito que tenho - e tenho - pelo José Gabriel e pelo seu grupo, jamais poderá o caro anónimo dizer que venceu a melhor candidatura, pois nunca terá um termo de comparação que me parece necessário para que se afirme tal. Dizer-se que A é melhor que B implica poder avaliar o trabalho efectuado por ambos, o que não acontecerá, obviamente.
Mas, quanto ao futuro, é bom pensar que começa hoje e tem uma duração de 4 anos. Lembro-me que há 4 anos também pensei que a candidatura do José Eduardo era a melhor para Canelas e enganei-me redondamente. Claro que para o anónimo terá sido um mandato de grandes realizações e de substancial desenvolvimento de Canelas...
Está no seu direito de assim pensar, tal como os 53,14% de votantes.
A mim, confesso que me sinto melhor a representar os restantes 40% (e não são todos do PS), porque os tenho como pessoas esclarecidas, insatisfeitas e desejosas de mais para a nossa freguesia.

pelintra disse...

Caro Senhor Camilo,

e o que acha que deve fazer com as pessoas não-esclarecidas, satisfeitas e conformadas com o que têm?

Gostaría que fosse uma minoria ínfima no universo de eleitores?

E qual a sua opinião do Senhor Abel atribuir nomes pejorativos às pessoas que não seguem as linhas de pensamento e ideais proferidos por ele?

Não me interprete mal, mas gostaría de esclarecer aqui alguma confusão. Penso que não esteja a ofender ninguem...

Saudações

Anónimo disse...

Roma e Pavia não se fizeram num dia.
Faltam muitos Camilos em Estarreja para dar a volta a isto.
Mais cedo ou mais tarde haverão de reconhecer-lhe a dedicação à sua terra.

Anónimo disse...

o CAMILO TEVE A CHANCE DELE E NAO CONSEGUIU... AGORA VAMOS DAR O DEVIDO APOIO A QUEM VENCEU...E ESPERAR QUE DAQUI A 4 ANOS OS 53% PASSEM BEM MAIS PARA CIMA QUE SERA BOM SINAL...

CR disse...

Caro pelintra:
Peço-lhe para não me tratar por senhor.
Obviamente que não está a ofender ninguém; se o estivesse não publicaria o seu comentário. A propósito, devo dizer-lhe que, até à data, apenas cortei um comentário que insultava a maior parte da população da freguesia.
Quanto às suas dúvidas, devo dizer-lhe que respeito absolutamente as pessoas menos esclarecidas, satisfeitas e conformadas, embora discorde do seu acomodamento quanto ao que parecem pretender para a nossa terra. Continuo a acreditar que ofereci a Canelas um programa diferente, de prioridades e exequível, que foi rejeitado por 109 votos ou, se quisermos, por 54 +1. Repare que não me queixo disso e surpreende-me que os adversários estejam tão incomodados ainda.
Escrevi há algum tempo que, se ganhasse estas eleições, não iria festejar. Fá-lo-ia daqui a 4 anos se cumprisse, como esperava, tudo o que tinha proposto. Por isso desafiei a população a guardar o meu programa e ir riscando o que ia sendo realizado, caso fosse eleito.
De facto, nesta altura não encontro motivo algum para festejos. Haverá, obviamente, lugar para os vencedores se sentirem satisfeitos, mas nada há ainda para festejar pois o mandato nem sequer começou e estará feita a parte mais fácil apenas.
Quanto à minha apreciação sobre o Abel, é isso mesmo: é minha e comigo fica. O amigo pelintra terá a sua,como aliás todas as pessoas que o conhecem o Abel, pessoalmente ou pelos seus escritos.
Um abraço.

CR disse...

Anónimo das 11:24:
Ok, estamos de acordo, mas não é preciso gritar.

Anónimo disse...

Nao discuto o seu programa...mas gostava de saber como acha que seria capaz de contruir o lar? nesta altura? é que ambos sabemos que os apoios para mais lares em estarreja estao congelados nos proximos anos...

Anónimo disse...

Tanta conversa, tanta conversa..

Tanto a candidatura do Camilo como a do Fernando Mendoça foram um fracasso!

Talvez tenha sido melhor assim..

Se o Camilo tivesse sido eleito, os Canelenses ficariam com certeza com os "tomates na mão".. não fosse o camilo abandonar a presidencia assim que encontrasse a mais pequena dificuldade.. como sabemos, não seria a primeira vez.

CR disse...

Ao anónimo das 15h39:

Interessante a sua questão. Não tendo sido o meu programa merecedor do aval da maior parte dos eleitores, concordará que não fará sentido dissecá-lo, nesta altura. Não que tenha qualquer problema nisso, mas tive oportunidade de dizer que era um programa exequível e, como já escrevi antes, desafiei as pessoas a guardá-lo e ir marcando as obras ou realizações à medida que fossem concretizadas. Parece-me que essa seria a forma mais evidente, directa e eficaz de me responsabilizar por todos os itens que o compõem.
Além disso, houve um tempo para que todas as questões com ele relacionadas, fossem levantadas mas, provavelmente o meu caro anónimo, terá andado nessa altura ocupado (legitimamente) com outros afazeres.
Relativamente ao lar, há quem se sente a ler um ou dois parágrafos de um programa e há quem procure formas de tornear as limitações que possam surgir. O que quero dizer-lhe – acredite ou não – é que Canelas teria um Lar e Centro de Dia nos próximos anos, porque já havia muito trabalho feito para que tal pudesse acontecer.
Obviamente que poderá não acreditar, está no seu direito.

Ao anónimo das 16h13:

Haverá pelo menos duas formas de estar na vida: uma, respeitar a opinião, as ideias, os projectos dos outros, mesmo que completamente em desacordo com o que pensamos; outra, pensar que só nós é que sabemos e que dos outros nada de bom vem ao mundo.
Para mim, todas as candidaturas que se apresentaram às eleições têm o mesmo valor, sejam elas do PSD, do PS, ou da CDU. Foram projectos sérios elaborados à imagem dos seus autores. A diferença que existe tem só a ver com o número de pessoas que os apoiam. Não deixam, no entanto, de serem válidos e úteis. A não ser que o caro anónimo seja ainda daqueles que têm os pés assentes no dia 23 de Abril de 74, e confunda a democracia com algo que parece não saber bem definir.
Quanto ao “abandonar a presidência assim que encontrasse a mais pequena dificuldade...” nem me merece comentar, sequer. Só demonstra que está completamente fora do contexto, mas deixe-me dizer-lhe apenas isto: venha ter comigo, diga-me que é o anónimo das 16h13 e explicar-lhe-ei calma e detalhadamente, as tais “pequenas dificuldades”. Saiba que em todo o tempo percorrido de vida autárquica, encontrei algumas, talvez muitas dificuldades – tal como todos os que por ela passam, ou tem dúvidas? – mas que se foram vencendo. O que nunca aceitei foi o desprezo, o gozo e o desrespeito pela minha terra. Se o meu caro estivesse mesmo preocupado com o andamento das coisas na freguesia, saberia o que diz e saberia do que falo, ou pelo menos seria justo na análise.
Sabe, continuo sem entender como é que a doçura da vitória não é suficiente para combater a acidez que por aí vai...

Conde da Carvalha disse...

Canelas continua igual aos últimos trinta e cinco anos...onde quem tem ideias, quem ousa querer desafiar o atraso, a mesquinhez e a pata do partido laranja está condenado a perder. Pobre terrinha que se acomoda à mediocridade e ao jugo dos pequenos sabujos e dos pequenos títeres...Que tristeza de gente!...

Fermelanidades Leite de Matos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

das 16h13.

Camilo, com as tuas palavras cheias de bondade consegues converter a mais banal das pessoas, pessoas como tu.. pouco leais e com falsos interesses..

mas não sei porque motivo isso não acontece comigo..
Vejo apenas frustação.. o que é normal!
Perdes-te as eleições, certo?

Poderia dar-te uma dica para que daqui a 4 anos não aconteça o mesmo, mas como existe uma grande possibilidade de concorreres pela CDU, vou esperar para ver!

Agora Camilo, penso que deverias de entrar para a direcção da banda e depois abandonar a meio, e depois os escuteiros.. ficavas com um currículo..upa upa..

ah.. espera..
os escuteiros e a banda não são remunerados.. agente arranja outra..

CR disse...

Caro anónimo (ou deverei dizer, Cara anónima?)das 16h13:

Será a última vez que perco tempo a responder-lhe aqui no blog. Já lhe fiz o convite para se dirigir a mim, pessoalmente ou por qualquer outro meio (os meus contactos são públicos) se, de facto, está interessado (a) em trocar ideias acerca do que tanto o/a perturba.
Como vê, não tenho qualquer problema em publicar os comentários que visam apenas o ataque pessoal, desde que usem de linguagem minimamente aceitável. Acabam por definir algum tipo de gente que não votou em mim e isso, confesso, satisfaz-me.
Mas comecemos pelo início do seu virtuoso comentário.
- Pessoa banal – Mais banal do que vir aqui escrever o que não tem coragem de assumir, provavelmente não haverá. Um conselho: olhe-se ao espelho e veja se tem cara, ou se já a perdeu.
- pouco leais e com falsos interesses – Leais a quem? A um partido, ou à freguesia? E os falsos interesses – quem defendeu mais os interesses da freguesia? A junta cessante ou a Assembleia de Freguesia? Os 11 ou 1 só?
- Frustração – Esta é para mim a anedota do momento. Frustração e desespero vejo eu em si, pois nem a vitória daqueles em quem votou é suficiente para o tranquilizar.
- Dica para daqui a 4 anos – Oxalá que esteja cá para ver. Mas permita-me um pequeno conselho: durma tranquilo(a) pois percebo que o seu actual estado de nervos deverá estar relacionado com as noites em claro que provavelmente passou nos últimos tempos. Tranquilize-se.
- Direcção da Banda… abandonar a meio… - Mesmo para se dizer disparates, é necessário saber-se o que se diz.
Poderíamos comparar aqui o que já fez o Exmº anónimo(a) em prol das Associações, Movimentos ou Instituições da Freguesia mas, para isso, V. Ex.ª teria de dar a cara, coisa para que já percebemos não ter os tais “tomates” de que falava no seu primeiro comentário. Mesmo assim, recordo-lhe o seguinte:
Comecei a minha participação cívica em prol desta terra aos 18 anos, como membro da Assembleia Municipal – cumpri inteiramente o mandato para que fui eleito.
Passei pela Direcção do Arsenal, na altura em que foi iniciada a construção do Pavilhão – cumpri inteiramente o mandato para que fui eleito.
Fiz parte do Agrupamento dos Escuteiros, e fiz todo o percurso da 2ª, 3ª e 4ª Secções – Não passei para o quadro de Dirigentes por opção própria e por entender, na altura, não dispor de tempo para o exercício do cargo.
Fiz dois mandatos como Secretário da Junta, que cumpri na totalidade.
Fiz dois mandatos na Assembleia de Freguesia, que cumpri na totalidade.
Entre 2003 e 2005 fui eleito , presidente da Associação de Pais da EB1 de Canelas – cumpri na totalidade.
Abandonei, de facto, a presidência da Assembleia de Freguesia (não a Assembleia), depois de o Sr. Presidente da CME aqui ter vindo contar histórias da carochinha, percebendo eu que estavam feridas as mais elementares regras institucionais entre ambos. Mesmo assim, tudo fiz para que a Assembleia cumprisse o mandato até ao fim. A prova está à vista.
E, já agora, com excepção de 2 anos, o valor das minhas senhas de presença nas sessões da Assembleia de Freguesia reverteram a favor da autarquia. Para que conste.
Resumindo, as minhas desistências são estas que acabei de descrever. Sabe, há quem cante bem… mas não me alegre. Terá de estar mais próximo(a) para que o seu hino se ouça melhor, entende-me? Pode ser que comece a gostar da sua voz tão melodiosa….

Canelense desalinhado disse...

Os cobardes, a gentalha, os escroques, quando querem atirar lama para a ventoinha escondem-se sempre atrás da cortina...não percas tempo com essa canalha, Camilo! A argumentação racional, as explicações, deixa-as para gente com coluna vertebral que, estando em desacordo contigo, as mereça. Não para esta espécie de gente que em vez de questionar opções como fazem as pessoas, vomita aqui protegida pelo anonimato toda a sua boçalidade e a sua perversidade.

oops disse...

oops

Freitas disse...

Venho por este meio dizer apenas que gostei da ideia de um lar em Canelas, mesmo não tendo ganho, espero que a sua ideia seja transformada numa realidade. Espero que pressione com os seus 40% de votos, o novo executivo para que essa ideia seja realizada.
Cumprimentos