Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

quarta-feira, abril 15, 2009

A política local

do concelho de Estarreja não passa [disto mesmo]: cantar vitória sem nada haver para festejar.
É a arte de enganar o povo em todo o seu esplendor. Ou seja: importante mesmo é manter esta estúpida guerrilha esvaziada de qualquer conteúdo, contando-se por vitórias o que não passa sequer de ilusões.
Ora, este governo que ainda se não dignou de cumprir o acordado com a autarquia, aquando do encerramento das urgências do Hospital de Salreu, anuncia agora, pelos vistos, a construção de um novo hospital em Estarreja. E já se festeja, como se a distância entre a quimera e a realidade se desvanecesse como num passe de mágica.
Assistiremos daqui para a frente a um chorrilho de acusações de parte a parte. Uns defenderão o muito ou pouco que fizeram - como se não estivesse à vista de todos - enquanto outros dirão que teriam feito 300% mais.
Bom seria que, tanto o PS como o PSD locais, tendo em conta que um deles ganhará as próximas eleições autárquicas, se deixassem destes discursos patéticos em que já ninguém acredita, e assumissem perante o concelho uma postura séria, traduzida pela elaboração de projectos para o concelho e para as freguesias. Projectos exequíveis e de desenvolvimento do concelho obviamente, e não promessas atrás de promessas que acabam por traduzir-se em meras "obras de restauro", sendo que muitas se revelam esvaziadas de qualquer interesse colectivo.
Enquanto isso mandatos passam atrás de mandatos, e a qualidade de vida do concelho vai-se degradando assustadoramente. Aumenta o índice de doenças fatais; assassina-se o serviço de socorro de emergência; encerram-se escolas; matam-se peixes nos esteiros; permite-se a descarga de lamas; licencia-se um reservatório de trampa a 200 metros de habitações e por aí adiante...
É o que temos. Enquanto uns reclamam, outros batem palmas.

Sem comentários: