Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

sábado, outubro 11, 2008

O CASO DE CANELAS

E DAS PEQUENAS FREGUESIAS

Por mim, tinha já dado este assunto por encerrado, por considerar estar tudo dito pelos intervenientes directos na discussão que há cerca de três semanas dura e que, finalmente pôs, um pouco por todo o concelho, gente a falar desta pequena freguesia.
Os argumentos de ambas as partes parecem claros e restará apenas que cada um tire as suas conclusões.
No entanto, quando menos se pensa... lá aparecem mais umas achas a avivar a fogueira. Desnecessariamente, diria, mas pronto!
Tem isto a ver com mais um artigo de opinião que o amigo Zé Matos mandou publicar no JE e que vem direitinho a Canelas. Uma vez mais.
Bolas, Zé, nunca mais nos deixam em paz, mas ainda bem - direi eu.
Não vou agora falar da "disponibilidade da Câmara para satisfazer os anseios das freguesias"; não vou voltar a trazer os Planos de Actividades; não vou sequer entrar de novo pelo que está por trás da não concretização das tais obras. Tudo isso está suficientemente dissecado em vários lados.
Vou referir-me apenas ao 3º parágrafo do citado artigo. Diz assim:

"Do que sei da situação (e posso obviamente ser contestado), é que o largo do cemitério já está pronto, excepto o muro de suporte. A variante sul à freguesia de Canelas para a frente por culpa das Estradas de Portugal e não da Câmara. A travessa sul à rua Campo da Cruz, ainda não foi não avançou por razões relacionadas com a negociação de um terreno. E o arranjo da Ribeira de Canelas, já tem o projecto aprovado para avançar brevemente no terreno. A rua do Picoto Sul teve atrasos por causa da A29, mas vai para a frente. A rua do Corgo já está pronta e a do Picoto também. A rua da Barroca vai ser feita brevemente e dentro das transferências de competências a Junta tem tido as verbas previstas. O que falta mesmo é o Centro Cívico, a rua de S. Tomé e o caminho de ligação a Albergaria-a-velha que será terraplanado em breve e drenado de águas."
Agora digo eu:

Ora bolas! Então, falta o muro de suporte; a variante não foi; a travessa sul não avançou; a rua do Picoto vai para a frente; a Ribeira é para avançar; a rua da Barroca vai ser, e o Zé diz que o que falta é o Centro Cívico, a rua de S. Tomé e a ligação a Albergaria???
Só pode mesmo estar a brincar connosco ou a brindar os leitores com uma prosa mais humorística para que o fim de semana seja um pouco mais alegre.
Mas há uma coisa que ainda não me parece clara e que está difícil de o vir a ser: é que o problema de Canelas e das pequenas freguesias não está nestas pequenas obras de manutenção ou beneficiação do seu espaço físico. Está na falta de projectos mais ambiciosos e de utilidadade prioritária para as populações. Mas pronto! Ninguém quer perceber isso...

Sem comentários: