Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

sexta-feira, outubro 17, 2008

A CRISE

Numa altura em que tremem os países tidos como mais fortes económicamente, por aqui propagandeia-se a imunidade à crise.
O governo insiste em, diáriamente, apregoar a saúde financeira do país, muito embora se saiba que as coisas não deverão ser bem assim. E, a não serem mesmo, mais dia menos dia, pagaremos, com juros, a parvoíce "simpatia" do governo que, continua a agir como se a crise que se instalou fosse apenas um problema dos outros. Ora, dependendo o país do estrangeiro como depende, não se percebe como é possível tamanha irresponsabilidade fantasia.
Continua a assumir-se a realização de mega investimentos, como se neles estivesse a salvação do país, quando se aconselha alguma contenção ou mesmo o repensar de alguns projectos que, desde o início, se apresentam de utilidade/benefíco duvidoso, face ao estado das contas públicas que o governo insiste estarem controladas. A julgar por notícias [destas], não sei, não...

Sem comentários: