Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

terça-feira, maio 13, 2008

E SE A IRLANDA VOTAR NÃO?

O homem que descobriu que o país estava de tanga mas que afinal acabou por tanguear todos os portugueses, tem o seu destino nas mãos dos Irlandeses.
A rafificação do Tratado de Lisboa é a prova de fogo a que está sujeito e que poderá ditar o seu futuro que, sabemos bem, ficará em qualquer dos casos, muito bem assegurado.
Por aqui houve gente que entende que não faz sentido votar um documento que não se conhece. Mas dá-lo a conhecer aos cidadãos é o que se está a fazer presentemente na Irlanda, para que a seguir se referende. E esse é, para mim, o caminho certo.
Já o disse, noutra ocasião, que uma decisão sobre tão importante documento deveria passar pela consulta popular. Assim o não entendeu o governo pois logo se apressou a curvar perante o apelo do Sr. presidente da Comissão Europeia. Sim, esse mesmo, que se apresentou ao eleitorado português e que foi merecedor da sua confiança, mas que ao fim de alguns meses se marimbou para o compromisso que tinha para com o país, e abalou à procura de Euros, desses que os há na europa à farta, não fosse também ele ficar... de tanga!
Engraçado é mesmo recordar os tempos em que o actual presidente da Câmara de Lisboa lhe não dava tréguas e criticava duramente a sua gestão do país. Pois foi esse mesmo presidente que recentemente lhe entregou as chaves da cidade de Lisboa...
E admira-se o Sr. presidente da República de os jovens se afastarem da política, quando há tantos motivos para que tal aconteça. E não só os jovens. Basta ver o crescente alheamento da população dos actos eleitorais.
O Jornal "O Público" traz hoje a notícia sobre os rendimentos dos Srs. Presidentes de Câmara. Uma leitura obrigatória [aqui], tendo o cuidado de fazer integrar o relato no contexto nacional, para que se perceba bem a dimensão do fosso entre uns e os outros.

Sem comentários: