Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

quinta-feira, janeiro 17, 2008

MAIS UM PASSO ATRÁS

O projecto-Lei, apresentado pelo PS e pelo PSD, e que visa a alteração da Lei das Autarquias, retira aos presidentes das juntas, como membros das Asembleias Municipais, o direito de votarem os Planos e Orçamentos das Câmaras.
Tivesse a Lei sido mudada há mais tempo e por estes lados, muito menos polémica teria havido...
Este passo atrás, nos direitos daqueles que estão mais próximos das populações e que devem ser o elo de ligação entre estas e as Câmaras Municipais, é, no mínimo, rocambolesco.
Sendo estes os principais documentos de gestão das autarquias, é inacreditável que, aquando da sua discussão e votação, os presidentes de Junta sejam silenciados. Ora, sendo membros de pleno direito, como os restantes elementos, de um mesmo órgão, não se compreende a discriminação que se pretende agora introduzir, a lembrar outros tempos em que o voto era um direito só de alguns.

2 comentários:

Anónimo disse...

Há coisas que nem dá para acreditar qualquer dia só vamos ter direito a estar calados.A anedota realmente desanuviou fez-me lembrar a das viúvas.CPTS

Anónimo disse...

Quanto a mim, era facil de resolver: Ninguem se candidatava ás juntas de freguesia e o pessoal votava em branco ou nulo. É isso que tenciono fazer.