Neste Blog continua a escrever-se Português de Portugal.

quinta-feira, outubro 11, 2007

O SETE

Como a maior parte dos cidadãos deste país, tive de levar recentemente o meu carro a um Centro de Inspecção de Veículos Automóveis, para que ele possa continuar a ser o meu companheiro de todos os dias sem que, para tal, tenha problemas com as autoridades.
Ali chegado, depois de feita a inscrição e efectuado o pagamento respectivo que, com 21% de IVA, fica presentemente em 26,83 €, comecei por acender as luzes, piscas, pisar o travão, etc, etc,...
O teste continuou, agora exclusivamente por conta do técnico do Centro. Na parte final, lá me sentei de novo ao volante para experimentar uma série de abanões que faziam lembrar um barco em dias de tempestade.
Terminado o teste, aguardo então o veredicto final.
Após cerca de 5 minutos recebo a ficha resultante da inspecção, com o respectivo destacável para colocar no vidro para-brisas.
-Está tudo em ordem mas tem de substituir a escova do vidro traseiro e as matrículas - diz o inspector.
- As matrículas? - Inquiri eu, não percebendo o motivo - mas as matrículas estão em óptimo estado!
- É por causa do 7...
- Do sete???
- Sim, falta-lhe um traço.
Mais perplexo fiquei.
Um traço? Onde? - Inquiri, pensando que fosse a meio...
-Olhe, é como aquele ali - disse apontando para a matrícula de outro carro.
Confesso que nem percebi o que o homem queria dizer.
- Desculpe, mas não percebo. Que é que falta no meu 7?
- Falta-lhe uma perninha... aquela em cima...
Aí, não me contive e desatei a rir. Você não está a falar a sério - perguntei. Está a pedir-me para trocar as chapas de matrícula por causa disso?
- A culpa não é nossa - desculpou-se o homem.

Pois é! Eu tenho na matrícula um 7 como o da direita (já veio assim de origem) e, segundo a lei, o 7 tem de ser como o da esquerda. Dá mesmo para acreditar?
Por causa da tal "perninha" lá vou ter de desembolsar mais umas centenas de euros... ou arrisco uma multa de 50 a 250 Euros!!!
E não é só os "setes", explicou o técnico. As voltas dos "3" têm de ser do mesmo tamanho, os círculos dos "88" também têm de ter o mesmo diâmetro e os "44" não podem ser fechados.
Por isso, olhem lá para as matrículas dos vossos carrinhos e, se for caso disso, troquem lá as plaquinhas, pois fica mais barato do que pagar a respectiva multa.

Que mais irá inventar esta gente para sacar dinheiro aos contribuintes?
E, quando os emigrantes por aqui aparecerem com as matrículas sem a tal perninha, será que vão arcar com as multas?
E, já agora, que se mudem todas as placas de sinalização que se encontram nas estradas e auto-estradas pois em nenhum sinal tenho visto a tal perna do 7.

Isto para não falar sequer dos 5.378$00 que pagamos pelos 15 minutos que dura a inspecção...

10 comentários:

noticiasd'aldeia disse...

Já me aconteceu uma parecida, igualmente com matrículas. Estes organismos IAO, têm o sindroma do autoritarismo policial.
É certo que aquela rapaziada, tudo engenheiros sérios - não são como o outro - têm de mostrar serviço e além disso, há um excesso de placas que é preciso pôr no mercado.
Já agora, quando lá for mostrar as matrículas novas, mais barato mas, paga nova inspecção, porque o buisiness, é facturar.

Estrela Cadente disse...

É inacreditável esta história!
Será que isto é para tudo o que tenha o "7"?
Estive a ver se o meu computador escrevia o "7" como deve ser.
Por acaso escreve.
Agora pergunto será que todos os setes que por ai andam estão bem escritos?
E os outros números também?
Oh! Camilo eu sou muito crédula... O Senhor não está a brincar, pois não?...
Cumprimentos.

A.FERREIRA disse...

Aconteceu-me o mesmo, só que em vez da perninha do sete, foi porque a chapa da matrícula tinha menos um centímetro de comprimento que as outras. (Bolas, eles têm uma visão milimétrica, os da inspecção).
Mas passou com essa anómalia.
pensava eu que estava safo daquele trâmite anual, entrava já no carro com o sêlo verde de aprovado, quando me apareçem dois tipos com um distintivo: "fiscal DGV".
Pronto, pensei: O que me vai acontecer mais hoje?"
Tive de refazer aquela "gincana" toda, eu, sózinho com o inspector o meu popó e os dois dlegados da DGV.
Pois, porque tudo parou, mandaram os carros todos para o estacionamento.
Hehe, foi uma violência...
Mas passou, ou repassou, com a chapa de matrícula mais curta uns milímetros.

A.FERREIRA disse...

Mas conformo-me, aceitando a ideia que a inspecção está para os veículos como a ASAE está para, por exemplo, os estabelecimentos da restauração.

Alcides Vital disse...

Caro primo,
vai fazer no final do ano, um ano que me disseram para mudar a chapa da matrícula, também por causa da dita perninha do "7".
Também não queria acreditar, pois a chapa tinha a marca da DGV, mas apresentaram-me um alfabeto, dizendo que aquele é que era o correcto.
Não me admiro que daqui por alguns anos, volte a ser o antigo "7" que esteja correcto.
Coisas dum país como este.

Anónimo disse...

Verdadeiros chulos e ladrões!
Há 2 anos tive um furo no dia anterior à inspecção e deixei o pneu numa oficina para reparar. Fui lá buscá-lo ao fim do dia, puseram-mo na mala e na inspecção reprovaram-me o carro por ter um pneu de marca diferente dos outros 3. Bem expliquei, quis mostrar o pneu, protestei, nada a fazer. Dá para acreditar?... Ainda hoje não vejo bem aquele zarolho. Pode ser que algum dia o apanhe a jeito...

Falcão Peregrino disse...

Então mas esse pormenor não é tão importante para a segurança rodoviária?... Então não topam o perigo que é andar aí com um 7 desses sem o tracinho?...
Temos legisladores imbecis, temos leis ridículas, temos inspectores-auto quadrados, temos um estado que cada vez mais inventa processos capciosos de nos roubar descaradamente para alimentar a imensa pandilha de chulos que o dirigem e dele se alimentam.

rosa andrade disse...

Será que são todos engenheiros!
A mim mandaram-me mudar as chapas de matricula, perguntei qual a razão e responderam-me que o amarelo estava a ficar um pouco desbotado.
Enfim coisas do diabo!
Mas já lá vai um mês e ainda não as mudei tenho que pensar seriamente neste assunto.
Desbotados andam eles todos.
Rosa Andrade

rosa andrade disse...

Será que são todos engenheiros!
A mim mandaram-me mudar as chapas de matricula, perguntei qual a razão e responderam-me que o amarelo estava a ficar um pouco desbotado.
Enfim coisas do diabo!
Mas já lá vai um mês e ainda não as mudei tenho que pensar seriamente neste assunto.
Desbotados andam eles todos.
Rosa Andrade

A.FERREIRA disse...

Quer dizer, que o amarelo estava desbotado do sol ou mesmo das lavagens. mas não deixa de ser amarelo. É ponto assente.
A chusma de engenheiros que engordam na DGV até com a tonalidade do amarelo da lista da chapa de matrícula implicam.

Terá a ver com o "Feng-Shui"?
Só pode...